A Aventura dos Good Old Days



Back To The Good Old Days. 
Um anglicanismo a dar nome a esta Aventura, para variar um pouco o tom.


Estamos na véspera de um fim de semana onde, em todo o território nacional, irão decorrer pelo menos 5 Festivais de Tunas - a saber, no Porto, em Lamego, Barcelos, Beja e Coimbra, dois deles de carácter internacional. 5 Distritos diferentes com oferta num mesmo lapso temporal.

5 certames num mesmo fim de semana não é inédito, de todo, mais festivais até na mesma janela temporal já houve. Mas começa a ser facto digno de registo - por contraposição a outros tempos, onde andava perto da normalidade tal facto. Em todo o caso, não é a maior ou menor frequência que está em causa mas sim outros números:

Se cada um desses festivais tiver - fazendo uma média - 5 tunas presentes, estamos a falar de pelo menos 25 Tunas em palco - isto fora as tunas organizadoras e convidadas a cada certame, que rapidamente levam a cifra para cima de 30 Tunas. Se cada uma dessas 30 tiver em média 25 tunos, estaremos a falar de cerca de 750 tunos que este fim de semana estarão em palco. Se cada um destes eventos tiver uma média de assistência a rondar as 500 pessoas (uns terão mais, outros menos), estamos a falar de cerca de 2.500 pessoas a assistir, este fim de semana, a Tunas. Estes números são médias - e olhando aos festivais em causa, suas lotações consoante o espaço em causa, etc. Se algum destes eventos for transmitido via net, o número aumenta exponencialmente.

Neste fim de semana, as economias locais de cada uma destas cidades - com maior impacto nas mais pequenas e menos nas maiores - irão sentir claramente este pulsar: São os restaurantes da área que se animam, os cafés, os bares, as discotecas, a própria hotelaria até. Para lá do impacto cultural há claramente um económico. Dispenso neste ponto referir as deslocações dos participantes - algumas com centenas de quilómetros a percorrer - e até de algum público não local a tais espectáculos, com tudo o que tal implica.

Num tempo em que o declínio de festivais é notório, onde, por outro lado, a descentralização destes eventos é mais preemente - e face ao que ocorria há uma, duas décadas atrás - num tempo onde economicamente é muito complicado levar a cenário um festival de tunas como deve ser, não deixa de ser facto a registar um fim de semana assim. Não tanto pelo facto em si mas por tal ocorrer num tempo onde tudo indiciaria o contrário, ou seja, descapitalização do número de eventos e sua qualidade.

Fica o registo com agrado, por força destes irredutiveis Gauleses que teimam em levar à cena eventos tuneris. Somado a este agrado genérico, um agrado particular, muito meu: Volto este fim de semana ao palco tuneril após dois anos e pico - mesmo que excepcionalmente - rodeado de Amigos com quem partilharei o cenário. Todo um incomensurável gosto. Como pequeno requinte, constatar com gozo quem, neste fim de semana - e em coerência com os ultimos tempos e vindouros - vai ficar por casa, no sofá: É a vida.


Bom Fim de Semana, Boas Tunas e Boa Música!

Editado: Alertou-me agora mesmo o meu amigo João Freitas que afinal, são 6, o Bocage também é este fim de semana. Pronto, como diria o novo Secretário Geral das Nações Unidas, "é fazer a conta, pois...."

Comentários

Mensagens populares